Fundação Universidade de Caxias do Sul
Fundação Universidade de Caxias do Sul
Hospital Geral - Caxias do Sul Consulta de Exames

Dicas - Dia Nacional da Mamografia


A data busca sensibilizar sobre a importância de realizar o exame para a detecção precoce do câncer de mama, uma das principais causas de morte entre mulheres no Brasil.  De acordo com o INCA, 70% das brasileiras entre 50 e 69 anos têm acesso à mamografia – entre rede pública e privada. Mas, dados da Pesquisa Avon/IPSOS – Percepções sobre o Câncer de Mama – revelam que só 20% fazem a mamografia ao menos a cada dois anos. 
    

Pacientes com familiares próximos que tiveram câncer de mama e/ou ovário em idade precoce, devem ficar alertas e discutir a questão com seus respectivos médicos. Mas, qualquer mulher que note alteração nas mamas deve buscar um mastologista.

*Segundo o Colégio Brasileiro de Radiologia e a Sociedade Brasileira de Mastologia, recomenda-se o rastreamento da mama a partir dos 40 anos.

O que é a Mamografia?
 É um exame com um aparelho de Raio X, chamado mamógrafo, que radiografa a mama para detectar o câncer em estágio precoce, quando as lesões ainda são milimétricas.

O que a mamografia identifica?
O exame dá um flagra em nódulos, distorções arquiteturais da mama e calcificações que devem ser diferenciadas entre lesões benignas e malignas.

Com que idade o exame deve ser feito?
 Para mulheres que não têm histórico de câncer de mama na família, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) recomenda fazer um exame anual a partir dos 40 anos.  Mas, se sua mãe ou irmã tiveram a doença, a mamografia é indicada 10 anos antes da data em que a familiar foi diagnosticada com o mal, não importando a sua idade, e/ou a partir dos 35 anos.

O exame dói?
 O grau de desconforto depende da sensibilidade de cada mulher. A mama, uma de cada vez, é colocada sobre uma espécie de suporte e é comprimida, o que deixa o exame mais dolorido para as mulheres com pouca mama. Uma dica: evite fazer o exame no período pré-menstrual, quando as mamas estão mais sensíveis.

OBS.: A compressão da mama é essencial para o melhor detalhamento das alterações, e diminui a incidência de raio na mama.

Quais os sintomas do câncer de mama?
A maioria das pacientes não apresenta sintomas. Quando apresentam, percebem nódulo ou tumoração na mama, acompanhado ou não de desconforto mamário. Também podem surgir alterações na pele que a recobre, abaulamentos ou retrações, aspecto semelhante a casca de uma laranja, nodulações palpáveis na axila e secreções pelo mamilo. 

O que levar no dia da mamografia?
Exames anteriores, tais como: ecografia, mamografia e ressonância magnética, e resultados de biópsias relacionadas a mama. 



Instituto Nacional de Câncer (Inca) e Serviço de D
VOLTAR PÁGINA
Rua Prof. Antônio Vignoli, 255 - Bairro Petrópolis - CEP: 95070-561 - Caxias do Sul - RS - Tel (54) 3218.7200 - Desenvolvido por: Webde